Cursos de EAD do Serviço Florestal Brasileiro impactam quase 3 mil pessoas

Cursos de EAD do Serviço Florestal Brasileiro impactam quase 3 mil pessoas

  • Publicado: Quarta, 28 de Outubro de 2020, 09h18
  • Última atualização em Quarta, 28 de Outubro de 2020, 09h42

 

Plataforma oferece sete cursos gratuitos e cumpre  missão de disseminar o conhecimento florestal

2020 10 26 Saberes 01O Portal Saberes da Floresta, plataforma de Educação a Distancia (EAD) do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), aprovou 2737 alunos nos cursos ofertados, entre 2019 e 2020. Ao todo, sete disciplinas são disponibilizadas à comunidade de forma gratuita: Manejo da Castanha, Manejo do Açaí, Introdução à Concessão Florestal, Introdução ao Manejo Florestal, Introdução a Cooperativas e Associações, Manejo Florestal Comunitário e Familiar e Gestão de Empreendimentos Comunitários.

O estudante de Engenharia Florestal da Universidade do Oeste do Pará, Kaio Ramon de Sousa Magalhães, é um desses alunos que concluíram cursos oferecidos pelo SFB. Nascido em Santarém, Kaio tem 23 anos e está no sétimo semestre do curso. Ele conta que chegou ao Portal Saberes da Florestal para se aperfeiçoar e, assim, realizar seu sonho profissional: trabalhar com manejo florestal sustentável.

2020 10 26 Saberes 03“Todo mundo está olhando para o meio ambiente, atualmente. Vejo que é o momento de nós usarmos as concessões florestais como uma forma de cuidar das nossas florestas. Meu sonho é ser um bom profissional, ter estabilidade financeira e ser feliz na profissão que eu escolhi. Por isso, fiz cinco cursos no Portal Saberes da Floresta, que é uma plataforma de excelência, pois aproxima a teoria da prática com uma linguagem simples e acessível a todos”, argumenta o estudante.

Didática lúdica

Kaio Ramon encontrou a plataforma fazendo uma busca de cursos EAD na internet e se inscreveu em Manejo da Castanha, em 2019. Gostou tanto que já concluiu também Manejo do Açaí, Introdução à Concessão Florestal, Introdução ao Manejo Florestal e Introdução a Cooperativas e Associações. Para o universitário, “na universidade os temas são colocados de uma forma muito técnica e o Portal Saberes da Floresta ensina por meio de uma linguagem mais simplificada e mais prática. O uso de personagens é muito interessante, pois alguns temas eu não havia compreendido tão bem na faculdade e com os cursos tudo ficou bem mais claro”.

2020 10 26 Saberes 02Cezarina do Socorro de Souza Carvalho, que também é estudante do último semestre de Engenharia Florestal da UFOPA, chegou primeiro ao portal do Serviço Florestal Brasileiro em busca de artigos e material técnico sobre a ciência florestal. Após concluir o primeiro curso da plataforma, Introdução ao Manejo Florestal, ela teve certeza da qualidade do curso universitário. “Eu fiquei maravilhada com o curso que é de qualidade e gratuito. Tudo o que os professores falam na universidade, eu pude vislumbrar no curso, só que de maneira mais lúdica. E o lúdico fascina, atrai nossa atenção nos prende por mais tempo na frente da tela”.

“Outra qualidade do Saberes da Florestal é ser democrático. O acesso aos cursos não é só para nós que estamos na academia, que temos uma linguagem mais técnica, mas para o outro público que são os verdadeiros donos da floresta, as comunidades que vivem lá. Eles também têm acesso aos cursos e a didática dos diálogos, usada pela plataforma, é compreensível por todos nós, inclusive a interpretação da legislação e qual é o nosso papel”, afirmou Cezarina.

A universitária pretende trabalhar com cooperativas de produtos florestais e enxerga na plataforma do SFB uma oportunidade de se municiar com conhecimento e poder traçar estratégias de como realizar esse sonho. O diretor-geral substituto do Serviço Florestal Brasileiro, João Crescêncio, acredita que “uma das missões do SFB de enorme importância é a disseminação da informação florestal para a comunidade de forma gratuita e primando pela qualidade máxima”.

A servidora da Secretaria de Meio Ambiente de Rio das Ostras (RJ), Nathália Ferreira da Cunha, buscou o curso de Introdução a Cooperativas e Associações para atender uma demanda que surgiu a partir de questionamentos de um segmento da população.

2020 10 26 saberes 04“Algumas mulheres vieram até o Centro de Educação Ambiental buscar orientações sobre criação de cooperativa e informações sobre a disponibilidade da prefeitura em estabelecer a coleta seletiva do lixo no município e, como há muito tempo eu não cuidava da área de associações e cooperativas, me inscrevi no Saberes da Floresta e a proposta do curso atendeu de forma muito interativa e eficiente o que eu estava buscando. Quero fazer tantos que a plataforma permitir”, afirmou Nathália.

Mesmo com uma extensa formação acadêmica, a servidora enxerga no sistema uma oportunidade de continuar se qualificando: é mestre e doutoranda em Ciências Ambientais e Conservação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós-graduada em Psicopedagogia Institucional e Clínica, graduada em Ciências Biológicas pela UFRJ, pós-graduada em Engenharia Ambiental e Saneamento Básico pela Universidade Estácio de Sá, pós-graduação em Planejamento, Implementação e Gestão em Educação a Distância pela Universidade Federal Fluminense (UFF), licenciada em Pedagogia UFRJ, técnica em Análises Clínicas pela FAETEC, técnica em Meio Ambiente pelo SENAI e tem experiência com Educação Ambiental, Resíduos Sólidos, Mudanças Climáticas e Políticas Públicas. Poetisa, escritora, ilustradora e artista de hand lettering.

Conhecimento florestal

O Portal Saberes da Floresta é um ambiente online de EAD que destaca o tema de atuação do SFB: a floresta. O nome da plataforma foi escolhido para valorizar a compreensão de que o conhecimento é construído e transformado em saber na prática cotidiana.

O coordenador-geral de Fomento e Inclusão Florestal do SFB, Fernando Castanheira Neto, destaca que “um dos grandes desafios do Serviço Florestal Brasileiro é o de desenvolver uma visão mais ampliada quanto ao potencial das nossas florestas, por meio do fomento a atividades sustentáveis, reforçando a máxima de que é possível conservar por meio do uso adequado destes recursos”.

“O Saberes da Floresta se insere neste contexto, que é uma das maneiras mais eficientes que o SFB tem de transferir o conhecimento existente acumulado para a sociedade, de uma maneira direta e acessível, amplificando o conhecimento sobre as riquezas que nossos ativos florestais representam e a contribuição que eles podem dar ao desenvolvimento do país”, completou.

O sistema foi desenvolvido com recursos do projeto Gestão Florestal para a Produção Sustentável na Amazônia. O Projeto, que conta com recursos do banco alemão KFW, tem como objetivo promover o desenvolvimento socioeconômico e a conservação das florestas na Amazônia Legal com base no uso sustentável dos recursos florestais.

Os cursos foram direcionados a servidores públicos de órgãos ambientais, agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), profissionais de empresas do setor florestal, líderes comunitários, professores e estudantes, tanto de ensino profissionalizante quanto superior. Os principais os objetivos dos sete cursos disponibilizados foram de difundir informações sobre as florestas brasileiras e promover boas práticas de manejo sustentável.

O material didático foi preparado com uma linguagem dialógica que busca aliar o conhecimento técnico com os saberes tradicionais e as regionalidades. A plataforma teve, de junho de 2018 até setembro deste ano, um total de 25 turmas e tem a previsão de terminar fevereiro de 2021 com mais 37 turmas. Para se inscrever, qualquer pessoa interessada deve entrar no site e preencher a matrícula. O aluno que obtiver, no mínimo, 60% de aproveitamento terá acesso ao certificado de conclusão.

Categoria:

 Contato para a Imprensa

Serviço Florestal Brasileiro
Assessoria de Comunicação
(61) 2028-7130/ 7155
imprensa@florestal.gov.br

Siga-nos no Twitter: sfb_florestal
Facebook: florestal.gov
Youtube: SFBflorestal