Serviço Florestal Brasileiro participa de webinar sobre isótopos forenses

Serviço Florestal Brasileiro participa de webinar sobre isótopos forenses

  • Publicado: Quarta, 01 de Julho de 2020, 09h36
  • Última atualização em Segunda, 13 de Julho de 2020, 12h52

Pesquisadores de renome no Brasil e no mundo visam aprimorar a metodologia isotópica para detecção e redução de crimes no país

2020 07 1 Isotopos dentro1.jpg

O 2º Workshop Nacional sobre Isótopos Forenses vai acontecer entre os dias 06 e 10 de julho, em ambiente todo virtual. O evento vai explorar o tema “Expandindo Fronteiras da Isotopia Forense Brasileira”, está sendo organizado pela Rede Nacional de Isótopos Forenses (Renif) e contará com a participação do pesquisador do Laboratório de Produtos Florestais (LPF) do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), Alexandre Gontijo.  

O servidor e a perita da Polícia Federal, Camilla Kafino, vão ministrar o Minicurso 5 “Técnicas integradas de identificação de madeira”, que vai acontecer no dia 6, às 9h.  

“A participação do Serviço Florestal Brasileiro é mais uma das colaborações entre o LPF e a Polícia Federal no desenvolvimento de novas ferramentas que auxiliem o combate de crimes ambientais no Brasil. A expertise técnica e o conhecimento sobre as espécies madeireiras acumulado pelo LPF têm valor inestimável na busca por um setor florestal legal e sustentável” disse Alexandre Gontijo.

O workshop é aberto ao público em geral, mas com o foco voltado para profissionais da área forense. Segundo a presidente da Renif, Dra. Gabriela Nardoto, “o evento vai reunir expoentes da isotopia forense no Brasil e palestrantes internacionais de renome mundial, terá a participação expressiva de representantes dos setores acadêmico e pericial, órgãos públicos e iniciativa privada e será mais um importante passo na construção de um valioso arcabouço de conhecimento científico em prol da Justiça e da sociedade”.

A Rede Nacional de Isótopos Forenses foi criada para contribuir na aplicação da metodologia isotópica no âmbito das Ciências Forenses no país e, assim, mostrar e divulgar o quanto a metodologia isotópica pode ser fundamental para esse setor. A entidade atua em parceria com pesquisadores, peritos criminais e outros usuários da metodologia, na troca de experiências para aprimorar os métodos de detecção e redução de crimes no país.  

Categoria:

 Contato para a Imprensa

Serviço Florestal Brasileiro
Assessoria de Comunicação
(61) 2028-7130/ 7155
imprensa@florestal.gov.br

Siga-nos no Twitter: sfb_florestal
Facebook: florestal.gov
Youtube: SFBflorestal