Serviço Florestal lança principais resultados do Inventário Florestal Nacional no estado do Espírito Santo

Serviço Florestal lança principais resultados do Inventário Florestal Nacional no estado do Espírito Santo

  • Publicado: Sexta, 06 de Março de 2020, 18h00
  • Última atualização em Quarta, 01 de Abril de 2020, 11h44

Relatório apresenta que há 1 milhão de hectares de florestas naturais no estado

2020 03 06 IFNES 01O relatório com os principais resultados do Inventário Florestal Nacional no estado do Espírito Santo foi lançado nesta sexta-feira (06), na sede da Superintendência Federal de Agricultura Pecuária e Abastecimento do Espírito Santo, localizada na cidade de Vitória.

O evento contou com a participação do diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto; do superintendente Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Espírito Santo, Aureliano Nogueira; do subsecretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo, Elber Tesch; da deputada Federal Soraya Manato; do superintendente Federal do Ibama no Espírito Santo, Diego Leal; da professora da Universidade do Espírito Santo e curadora do Herbário VIES, Valquíria Dutra; autoridades estaduais e municipais, além de estudantes do curso de Engenharia Florestal.

No Espírito Santo, o IFN foi realizado por meio de um trabalho conjunto entre o Serviço Florestal Brasileiro, as Secretarias de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo (SEAMA), da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (SEAG), o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF) e a Universidade Federal do Espírito Santo (Herbário VIES), por intermédio do Projeto de Apoio ao IFN, com recursos do Global Evironment Facility (GEF), administrados pela FAO Brasil (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura).

Coleta de dados

O levantamento de campo foi realizado por técnicos da empresa Saltus Consultoria Ambiental e Florestal. A equipe foi capacitada em curso ministrado pelo Serviço Florestal Brasileiro sobre a metodologia do IFN. O trabalho foi realizado de março de 2014 a julho de 2015 e concentrou as informações em três componentes: coleta de dados biofísicos, análise da cobertura florestal e levantamento socioambiental.

Valdir Colatto considera que o Brasil tem dois grandes desafios: o ambiental e o fundiário. Dessa forma, “conhecer o estado do Espírito Santo por meio do Inventário Florestal Nacional dará subsídios para o poder público fazer o planejamento territorial. Além disso, dentro desse planejamento, é preciso pensar a floresta técnica e cientificamente, propondo o manejo de espécies dentro das reservas legais que permitam a geração de renda com sustentabilidade”, disse.

2020 03 06 IFNES 04O subsecretário Elber Tesch ressaltou “a importância da parceria do governo estadual na produção do IFN, por representar uma fonte confiável de informações para a execução do Programa Florestar, que tem como meta total o reflorestamento de 12 mil e, posteriormente, mais 7 mil hectares em todo o estado ”, concluiu.

Desenvolvimento sustentável

O superintente Federal de Agricultura, Aureliano Nogueira, destacou que “o produtor rural não pode ficar reprimido diante do potencial de desenvolvimento sustentável que o manejo florestal de produtos madeireiros e não madeireiros permite e a Superintendência tem a missão no estado de promover o desenvolvimento e garantir a sustentabilidade, com geração de renda e conservação ambiental”.

2020 03 06 IFNES 02O gerente-executivo do Serviço Florestal Brasileiro, Humberto Navarro Mesquita, apresentou os resultados técnicos do relatório. Além da análise da cobertura florestal e informações sobre aspectos biofísicos, esta iniciativa buscou também conhecer um pouco mais sobre a relação das pessoas com as florestas. Navarro ressaltou que “os dados apresentados são relevantes para fomentar projetos de desenvolvimento florestal”.

“Foram realizadas entrevistas com 318 moradores que vivem próximos aos pontos amostrais, buscando obter informações sobre o uso que estas pessoas fazem dos produtos florestais e sobre como percebem os serviços ambientais prestados pelas florestas e sua importância para a vida das comunidades. Desse total, 229 pessoas usam produtos florestais para fins domésticos”, destacou.

O estado do Espírito Santo possui uma área de 46mil Km², aproximadamente, com 78 municípios. Os estudos realizados concluem que o bioma predominante no estado é a Mata Atlântica e a cobertura florestal natural é de 1 milhão de hectares, ou seja, 23% do território. As informações do Inventário Florestal Nacional do estado do Espírito Santo são o resultado das coletas em campo que foram feitas em 121 pontos amostrais distribuídos sistematicamente por todo o estado.

IFN

2020 03 06 IFNES 03O Inventário Florestal Nacional é uma das principais ações realizadas pelo Governo Federal, por meio do Serviço Florestal Brasileiro, para produzir informações estratégicas sobre os recursos florestais brasileiros. O IFN faz o levantamento de dados diretamente nas florestas naturais e plantadas, onde são realizadas coletas de amostras botânicas, amostras de solo, medição de árvores, além de entrevistas com moradores das proximidades, com o objetivo de identificar as realidades locais. Essas informações permitem avaliar a qualidade e as condições das florestas, os estoques de madeira, biomassa e carbono e a sua importância para as pessoas e comunidades e poderão contribuir para a formulação de políticas públicas estratégicas e projetos de uso, conservação e recuperação dos recursos florestais.

Veja o Relatório IFN-ES

Contato para a Imprensa

Serviço Florestal Brasileiro

Assessoria de Comunicação

(61) 2028-7130/ 7155

Categoria:

 Contato para a Imprensa

Serviço Florestal Brasileiro
Assessoria de Comunicação
(61) 2028-7130/ 7155
imprensa@florestal.gov.br

Siga-nos no Twitter: sfb_florestal
Facebook: florestal.gov
Youtube: SFBflorestal