Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Serviço Florestal lança principais resultados do Inventário Florestal Nacional no estado da Paraíba
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Serviço Florestal lança principais resultados do Inventário Florestal Nacional no estado da Paraíba

  • Publicado: Segunda, 02 de Dezembro de 2019, 19h12
  • Última atualização em Sexta, 06 de Dezembro de 2019, 12h01

Levantamento revela que grande parte da população faz uso comercial dos produtos madeireiros e não madeireiros da Caatinga

2019 12 02 lacamento ifn paraiba 01O diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, lançou na tarde desta segunda-feira (02/12) o relatório com os principais resultados do Inventário Florestal Nacional (IFN) no estado da Paraíba. O lançamento aconteceu na capital João Pessoa e contou com a presença do secretário de Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente do estado (SEIRHMA), Deusdete Queiroga, do superintendente Federal de Agricultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Márcio Ayrão, do secretário de Agricultura do estado da Paraíba, Efraim Morais, além de autoridades locais.

Na Paraíba, o IFN foi coordenado pelo Serviço Florestal Brasileiro e contou com a parceria da SEIRHMA e do Herbário Lauro Pires Xavier da Universidade Federal da Paraíba, por intermédio do Projeto de Apoio ao IFN, com recursos do Global Environment Facility (GEF), administrados pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura).

O levantamento de campo foi realizado por técnicos pela empresa Nordeste Reflore, que foram capacitados em curso ministrado pelo Serviço Florestal Brasileiro sobre a metodologia do IFN. O trabalho foi realizado de maio de 2016 a março de 2017 e concentrou as informações em três componentes: coleta de dados biofísicos, análise da cobertura florestal e levantamento socioambiental.

Valdir Colatto destacou a importância do manejo sustentável da Caatinga, permitindo que os agricultores aliem geração de renda e conservação do bioma. “Vai ser implantado um programa do Ministério da Agricultura, Caatinga do Agro, onde serão desenvolvidas atividades envolvendo a produção e a conservação da floresta, remunerando o produtor que mantiver a Caatinga de pé. Vamos usar os dados científicos do Inventário Florestal Nacional e do Cadastro Ambiental Rural para desenvolver um grande projeto para o Nordeste e para a Caatinga brasileira”, disse.

2019 12 02 lacamento ifn paraiba 02O secretário Deusdete Queiroga destacou a estratégica parceria entre o Serviço Florestal Brasileiro, a SEIRHMA e a Universidade Federal da Paraíba como um instrumento importante para direcionar as políticas públicas no estado. “O Inventário Florestal Nacional da Paraíba é um trabalho que contem dados importantes sobre a conservação, o uso da cobertura vegetal e vai direcionar ações de governo e pesquisas”, concluiu.

O Consultor do Serviço Florestal Brasileiro, Gustavo Pinho, apresentou os resultados técnicos do relatório. Além da análise da cobertura florestal e informações sobre aspectos biofísicos, esta iniciativa buscou também conhecer um pouco mais sobre a relação das pessoas com as florestas. “Foram realizadas entrevistas com 528 moradores que vivem próximos aos pontos amostrais, buscando obter informações sobre o uso que estas pessoas fazem dos produtos florestais e sobre como percebem os serviços ambientais prestados pelas florestas e sua importância para a vida das comunidades. Foi identificado que do total de entrevistados, 392 (74%) usam produtos não madeireiros (cascas, frutas, folhas e mel) e desses 286 usam esses produtos como fonte de renda”, destacou.

O estado da Paraíba possui uma área de 56 mil Km², aproximadamente, com 223 municípios. Os estudos realizados concluem que o bioma predominante no estado é a caatinga e cobre 94% das áreas de vegetação natural do estado, havendo a presença também de um percentual de Mata Atlântica, que se estende pela região litorânea. As informações do Inventário Florestal Nacional do Estado da Paraíba são o resultado das coletas em campo que foram feitas em 151 pontos amostrais distribuídos sistematicamente por todo o estado. Dentre eles 133 estão no Bioma Caatinga e 18, na Mata Atlântica.

2019 12 02 lacamento ifn paraiba 03O Inventário Florestal Nacional é uma das principais ações realizadas pelo Governo Federal – por meio do Serviço Florestal Brasileiro – para produzir informações estratégicas sobre os recursos florestais brasileiros. O IFN faz o levantamento de dados diretamente nas florestas naturais e plantadas, onde são realizadas coletas de amostras botânicas, amostras de solo, medição de árvores, além de entrevistas com moradores das proximidades, com o objetivo de identificar as realidades locais. Essas informações permitem avaliar a qualidade e as condições das florestas, os estoques de madeira, biomassa e carbono e a sua importância para as pessoas e comunidades e poderão contribuir para a formulação de políticas públicas estratégicas e projetos de uso, conservação e recuperação dos recursos florestais.

Veja aqui o relatório.

Contato para a Imprensa
Serviço Florestal Brasileiro
Assessoria de Comunicação (61) 2028-7130/ 7155

registrado em:

 Contato para a Imprensa

Serviço Florestal Brasileiro
Assessoria de Comunicação
(61) 2028-7130/ 7155
imprensa@florestal.gov.br

Siga-nos no Twitter: sfb_florestal
Facebook: florestal.gov
Youtube: SFBflorestal

Fim do conteúdo da página