Serviço Florestal Brasileiro

Portal do Governo Brasileiro

Mídias e Ferramentas

Brasília, 22 de Fevereiro de 2017

Busca no sítio

Recursos Florestais

Espécies Florestais

O Brasil é considerado um país mega diverso devido à variedade de formações vegetais e ecossistemas, que abrigam uma das floras mais diversas e exuberantes do planeta. No Brasil existe cerca de 7.880 espécies arbóreas (FAO, 2005) com estimativa da existência de cerca de 11.120 espécies arbóreas somente na floresta Amazônica (HUBBELL et al., 2008). 

Veja a seguir maiores informações sobre:

#Riqueza de Espécies na Floresta

A riqueza de espécies refere-se à abundância numérica de espécies em uma determinada área geográfica. Em outras palavras, riqueza é a quantidade ou o número de espécies.

O Brasil é considerado um país mega diverso devido à variedade de formações vegetais e ecossistemas, que abrigam uma das floras mais diversas e exuberantes do planeta. Estudos recentes apontam para a existência de pelo menos 7.880 espécies florestais arbóreas nativas no Brasil, número que provavelmente represente apenas 80% do total existente (FAO, 2005). Recentemente alguns autores estimaram a existência de cerca de 11.120 espécies arbóreas somente na floresta Amazônica (HUBBELL et al., 2008).

As angiospermas, plantas que produzem sementes cobertas por frutos, são o grupo mais diverso e rico dentre todas as plantas. Acredita-se que há entre 30.000 e 35.000 espécies de angiospermas em todo o território brasileiro. As gimnospermas, plantas que produzem sementes nuas, são pouco representadas, com 14 espécies identificadas (SHEPHERD, 2006).

#Diversidade de espécies arbóreas

No Brasil existem cerca de 7.880 espécies arbóreas (FAO, 2005). Mais de 4 mil delas estão presentes do Catálogo de Árvores do Brasil, desenvolvido por pesquisadores do Laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal Brasileiro. Este catálogo contém cerca de 15 mil nomes comuns e comerciais relacionados aos nomes científicos das respectivas espécies. O catálogo também está disponível em versão digital num CD-ROM. No catálogo são encontradas espécies que ocorrem em todos os biomas brasileiros.

 

#Espécies ameaçadas ou em perigo de extinção

Como resultado da pressão sobre as florestas, muitos ecossistemas são alterados ou até mesmo destruídos, o que leva muitas espécies a condições críticas de sobrevivência. Para avaliar quais e quantas espécies encontram-se ameaçadas, pesquisas sobre a ecologia e estado da arte de espécies da fauna e da flora são desenvolvidas através de parcerias entre governos, instituições de pesquisas e ONGs. Periodicamente são divulgadas listas de espécies ameaçadas. A Lista Vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) é divulgada anualmente, sendo uma das mais conhecidas em todo o mundo. Esta lista divide as espécies em categorias de ameaça, em ordem decrescente:

  • Extinta - não existe dúvida que o último indivíduo da espécie morreu;
  • Extinta na natureza - existem indivíduos vivos da espécie somente em cativeiro;
  • Criticamente ameaçada - espécie enfrenta riscos de extinção na natureza extremamente altos;
  • Ameaçada - espécie enfrenta riscos de extinção na natureza muito altos;
  • Vulnerável - espécie enfrenta riscos de extinção na natureza alto;
  • Ameaça próxima - espécie próxima de se enquadrar nas categorias acima;
  • Menor preocupação - espécie não se enquadra em nenhuma das categorias acima;
  • Dados deficientes - não existem informações adequadas ou suficientes sobre a espécie;
  • Não avaliada - espécie não avaliada.

As espécies são classificadas em cada categoria segundo dados quantitativos e qualitativos que resultam de pesquisas. O Ministério do Meio Ambiente do governo brasileiro divulga sua própria lista de espécies ameaçadas.
A última lista de espécies da flora ameaçadas foi divulgada em através da Portaria nº 443, de 17 de dezembro de 2014, revogando a Instrução Normativa nº 6 de 23 de setembro de 2008.
Neste documento, as espécies estão divididas nas categorias "Criticamente em Perigo”, “Em Perigo” e “Vulnerável”.
Lamentavelmente, 2113 espécies compõem a "Lista oficial das espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção". Na tabela abaixo são listadas as espécies madeireiras com valor comercial ameaçadas de extinção:

 
Espécies madeireiras comerciais ameaçadas de extinção (2014)
Nome popular Nome científico Família Bioma Categoria
Pinheiro-do-paraná Araucaria angustifolia* Araucariaeceae Mata Atlântica EN
Ipê-peroba 
 
Paratecoma peroba (Record.) Kuhlm.  Bignoniaceae 
 
Mata Atlântica
 
EN
Cerejeira
 
Amburana acreana (Ducke) A.C.Sm.* Fabaceae
 
Amazônia
 
VU
Garapeira 
 
Apuleia leiocarpa (Vogel) J.F. Macbr. Fabaceae
 
Amazônia; ou Caatinga; ou Cerrado
 
VU
Pau-brasil Caesalpinia echinata Lam.* Fabaceae Mata Atlântica EN
Jacarandá-da-Bahia   Dalbergia nigra (Vell.) Allemão ex Benth* Fabaceae  Mata Atlântica  VU
Jatobá-pequeno Hymenaea parvifolia Huber  Fabaceae  Amazônia  VU
Angelim-pedra-amarelo Hymenolobium excelsum Ducke  Fabaceae Amazônia  VU
Braúna Melanoxylon brauna Schott* Fabaceae Mata Atlântica  VU
Pau-roxo 
 
Peltogyne maranhensis Humber ex Ducke * 
 
Fabaceae 
 
Amazônia 
 
VU
Canela-preta Ocotea catharinensis Mez* Lauraceae Mata Atlântica VU
Canela-sassafrás Ocotea odorifera (Vell) Rohwer* Lauraceae Mata Atlântica EN
Imbuia Ocotea porosa (Nees & Mart.) Barroso*  Lauraceae 
 
Mata Atlântica   
 
EN
Itaúba 
 
Mezilaurus itauba (Meisn.) Taub. ex Mez Lauraceae 
 
Amazônia 
 
VU
Castanheira Bertholletia excelsa* Lecythidaceae Amazônia VU
Jequetibá-branco
 
Cariniana legalis (Mart.) Kuntze Lecythidaceae Amazônia; ou Cerrado; ou Mata Atlântica EN
Cedro-rosa  Cedrela odorata L. Meliaceae 
 
 Amazônia; ou Caatinga; ou Cerrado; ou Mata Atlântica VU
Cedro-vermelho
 
Cedrela fissilis Vell.
 
Meliaceae 
 
Amazônia; ou Cerrado; ou Mata Atlântica VU
Mogno Swietenia macrophylla King * Meliaceae  Amazônia VU
Bicuíba 
 
Virola bicuhyba (Schott ex Spreng.) Warb. Myristicaceae 
 
Mata Atlântica   
 
EN
Ucuúba
 
Virola surinamensis (Rol. ex Rottb.) Warb.  Myristicaceae Amazônia; ou Caatinga  VU
Pau-amarelo Euxylophora paraensis Huber *  Rutaceae Amazônia CR

O Brasil possui espécies florestais protegidas por legislação federal, sendo proibido o seu corte. São elas a Castanheira (Bertholletia excelsa - Decreto 5.975/2006); Seringueira (Hevea spp) (Decreto 5.975/2006) e o Mogno (Swietenia macrophylla King) (Decreto 6.472/2008).

* Espécies constantes na IN 06/2008
CR - Criticamente em Perigo
EN - Em Perigo
VU - Vulnerável

Fonte: MMA (2014) - Adaptado.
Data de atualização: 31/03/2016

#Espécies madeireiras de interesse comercial

Disponibilizamos a lista com algumas das espécies madeireiras mais comercializadas no Brasil. Essa lista foi construída pela Equipe de Anatomia do Laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal Brasileiro, para a Chave de Identificação Botânica, em 2010.
 

Espécies madeireiras de interesse comercial
Nome científico Nome vulgar
Albizia pedicellaris (DC.) L.Rico Ingá-de-porco, favinha
Alexa grandiflora Ducke Sucupira-pepino
Allantoma decandra (Ducke) S.A. Mori, Ya Y.Huang & Prance Tauari-vermelho
Allantoma lineata (Mart. & O. Berg) Miers Ripeiro-cheru
Amburana acreana (Ducke) A.C. Sm. Cerejeira
Amburana cearensis (Allemão) A.C. Sm. Cerejeira
Anacardium spruceanum Benth. ex Engl. Caju-açú
Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan Angico-vermelho
Apeiba echinata Gaertn. Pente-de-macaco
Apuleia leiocarpa (Vogel) J.F. Macbr. Garapeira
Arapatiella psilophylla (Harms) R.S. Cowan Arapati
Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze Pinheiro-do-paraná
Aspidosperma desmanthum Benth. ex Müll. Arg. Araracanga
Aspidosperma dispermum Müll. Arg. Peroba-osso
Aspidosperma macrocarpon Mart. Peroba-de-mico
Aspidosperma polyneuron Müll. Arg. Peroba-rosa
Aspidosperma pyrifolium Mart. Peroba-branca
Astronium gracile Engl. Guaritá
Astronium graveolens Jacq. Aroeira-do-campo
Astronium lecointei Ducke Muiracatiara-rajada
Astronium ulei Mattick Muiracatiara
Bagassa guianensis Aubl. Amar
Balfourodendron riedelianum (Engl.) Engl. Pau-marfim
Bertholletia excelsa Bonpl. Castanheira
Bixa arborea Huber Urucu-da-mata
Bowdichia nitida Spruce ex Benth. Sucupira-preta
Bowdichia virgilioides Kunth Sucupira-do-cerrado
Brosimum acutifolium Huber Mururé
Brosimum parinarioides Ducke Amapá-amargo
Brosimum potabile Ducke Amapá-doce
Brosimum rubescens Taub. Muirapiranga
Buchenavia grandis Ducke Mirindiba-grande
Caesalpinia echinata Lam. Pau-brasil
Calophyllum brasiliense Cambess. Jacareúba
Caraipa densifolia Mart. Camaçari
Carapa guianensis Aubl. Andiroba
Cariniana legalis (Mart.) Kuntze Jequetibá-branco
Cariniana micrantha Ducke Jequetibá-rosa
Caryocar glabrum (Aubl.) Pers. Cabeleira
Caryocar villosum (Aubl.) Pers. Pequiá-verdadeiro
Cedrela fissilis Vell. Cedro-vermelho
Cedrela odorata L. Cedro-rosa
Cedrelinga cateniformis (Ducke) Ducke Cedroarana
Ceiba pentandra (L.) Gaertn. Sumaúma
Centrolobium robustum (Vell.) Mart. ex Benth. Araribá-rosa
Chrysophyllum lucentifolium subsp. pachycarpum Pires & T.D. Penn. Goiabão
Clarisia racemosa Ruiz & Pav. Guariúba
Commiphora leptophloeos (Mart.) J.B. Gillett Amburama-de-cambão
Copaifera duckei Dwyer Copaíba
Copaifera reticulata Ducke Copaíba-mari-mari
Cordia bicolor A. DC. Freijó
Cordia goeldiana Huber Freijó-cinza
Cordia oncocalyx Allemão Pau-branco-preto
Cordia sagotii I.M. Johnst. Freijó
Couratari guianensis Aubl. Tauari-claro
Couratari macrosperma A.C. Sm. Tauari
Couratari multiflora (Sm.) Eyma Tauari
Couratari oblongifolia Ducke & R. Knuth Tauari-branco
Couratari stellata A.C.Sm. Tauari-duro
Curatella americana L. Lixeira 
Dalbergia nigra (Vell.) Allemão ex Benth Jacarandá-da-bahia
Diclinanona calycina (Diels) R.E. Fr. Envira-preta
Dinizia excelsa Ducke Angelim-vermelho
Diplotropis purpurea (Rich.) Amshoff Sucupira-da-terra-firme
Diplotropis racemosa (Hoehne) Amshoff Sucupira-parda
Dipteryx alata Vogel Baru-do-cerrado
Dipteryx magnifica (Ducke) Ducke Cumaru-rosa
Dipteryx odorata (Aubl.) Willd. Cumaru-amarelo
Dipteryx polyphylla Huber Cumaru-roxo
Enterolobium maximum Ducke Faveira-tamboril
Enterolobium schomburgkii (Benth.) Benth. Faveira-orelha-de-negro
Eriotheca longipedicellata (Ducke) A. Robyns Munguba-grande-da-terra-firme
Erisma uncinatum Warm. Cedrinho
Eschweilera coriacea (DC.) S.A.Mori Biribá
Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden Eucalipto
Euxylophora paraensis Huber Pau-amarelo
Gallesia integrifolia (Spreng.) Harms Pau-d’alho
Goniorrhachis marginata Taub. Itapicuru-amarelo
Goupia glabra Aubl. Cupiúba
Handroanthus impetiginosus (Mart. ex DC.) Mattos Ipê-roxo
Handroanthus incanus (A.H. Gentry) S.O. Grose Ipê-amarelo
Handroanthus ochraceus (Cham.) Mattos Ipê-amarelo-cascudo
Handroanthus serratifolius (Vahl) S.O. Grose Ipê-amarelo
Handroanthus umbellatus (Sond.) Mattos Ipê-amarelo-do-brejo
Hevea brasiliensis (Willd. ex A. Juss.) Müll. Arg. Seringueira-verdadeira
Hura crepitans L. Castanha-de-cutia
Hymenaea courbaril L. Jatobá-da-mata
Hymenaea oblongifolia var. palustris (Ducke) Y.T. Lee & Langenh. Jatobá-claro
Hymenaea parvifolia Huber Jatobá-pequeno
Hymenolobium excelsum Ducke Angelim-pedra-amarelo
Hymenolobium heterocarpum Ducke Angelim-pedra-macho
Hymenolobium modestum Ducke Angelim-pedra-falso
Hymenolobium petraeum Ducke Angelim-pedra-verdadeiro
Hymenolobium pulcherrimum Ducke Angelim-pedra-fedorento
Hymenolobium sericeum Ducke Angelim-pedra-jabuti
Iryanthera grandis Ducke Ucuuba-grande
Jacaranda copaia (Aubl.) D.Don Parapará
Joannesia heveoides Ducke Castanha-de-arara
Laetia procera (Poepp.) Eichler Pau-jacaré
Lecythis lurida (Miers.) S.A.Mori Jarana
Lecythis pisonis Cambess. Sapucaia-vermelha
Lueheopsis duckeana Burret Açoita-cavalo-verdadeiro
Manilkara bidentata (A. DC.) A. Chev. Maçaranduba-da-marinha
Manilkara cavalcantei Pires & W.A. Rodrigues ex T.D. Penn. Maçaranduba-de-leite
Manilkara huberi (Ducke) A. Chev. Maçaranduba-da-terra-firme
Maquira sclerophylla (Ducke) C.C. Berg Muiratinga-da-terra-firme
Martiodendron elatum (Ducke) Gleason Tamarindo
Melanoxylon brauna Schott Braúna
Mezilaurus itauba (Meisn.) Taub. ex Mez Itaúba
Mezilaurus lindaviana Schwacke & Mez Itaúba-amarela
Micropholis melinoniana Pierre Curupixá
Mora paraensis (Ducke) Ducke Pracuúba-vermelha
Myracrodruon urundeuva Allemão Aroeira-verdadeira
Myroxylon peruiferum L.f. Bálsamo
Ocotea fragrantissima Ducke Louro-preto
Ocotea porosa (Nees & Mart.) Barroso Imbuia
Onychopetalum amazonicum R.E. Fr. Envira-preta-lisa
Osteophloeum platyspermum (Spruce ex A. DC.) Warb. Ucuubarana
Parahancornia fasciculata (Poir.) Benoist. Amapá-amargoso
Paratecoma peroba (Record.) Kuhlm. Ipê-peroba
Parkia multijuga Benth. Faveira-arara-tucupi
Parkia pendula (Willd.) Benth. ex Walp. Faveira-bolota
Paulownia tomentosa (Thunb.) Steud. Quiri
Peltogyne maranhensis Huber ex Ducke Pau-roxo-do-maranhão
Peltogyne subsessilis W.A. Rodrigues Pau-roxo
Pinus elliottii Engelm. Pinus
Piptadenia gonoacantha (Mart.) J.F. Macbr. Pau-jacaré
Plathymenia reticulata Benth. Vinhático-cabeleira
Platymiscium trinitatis var. duckei (Huber) Klitg. Macacaúba-do-campo
Protium heptaphyllum (Aubl.) Marchand Amescla-vermelha
Pseudopiptadenia suaveolens (Miq.) J.W. Grimes Faveira-de-folha-fina
Pterocarpus rohrii Vahl Mututi-da-terra-firme
Pterogyne nitens Tul. Pau-amendoim
Qualea dinizii Ducke Catuaba
Qualea gracilior Pilg. Mandioqueira
Qualea paraensis Ducke Mandioqueira-vermelha
Roupala montana Aubl. var. montana Carne-de-vaca
Savia dictyocarpa Müll.Arg. Guaraiúva
Schefflera morototoni (Aubl.) Maguire, Steyerm. & Frodin Morototó
Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby Pinho-cuiabano
Sextonia rubra (Mez) van der Werff Louro-vermelho
Simarouba amara Aubl. Marupá-verdadeiro
Spondias mombin L. Cajazeiro
Sterculia excelsa Mart. Xixá
Swietenia macrophylla King Mogno
Symphonia globulifera L. f. Anani-da-terra-firme
Tachigali aurea Tul. Carvoeiro-fedido
Tachigali glauca Tul. Taxi-preto-de-folha-grande
Tachigali pilgeriana (Harms) Oliveira-Filho Ingá-louro
Tapirira guianensis Aubl. Tatapiririca
Terminalia amazonia (J.F. Gmel.) Exell Cinzeiro
Trattinnickia burserifolia Mart. Amesclão
Vataireopsis araroba (Aguiar) Ducke Angelim-araroba
Virola bicuhyba (Schott ex Spreng.) Warb. Bicuíba
Virola surinamensis (Rol. ex Rottb.) Warb. Virola-das-ilhas
Vitex polygama Cham. Tarumã-tuira
Vochysia maxima Ducke Quaruba-cedro

*Nesta listagem foram inseridos os nomes populares mais comuns de cada espécie. Lembramos que as espécies apresentam grande variedade de nomes populares e esses nomes podem variar de região para região. 
* Clique aqui para fazer o download de lista de Espécies madeireiras de interesse comercial. 


Fonte: LPF/SFB - Adaptado (contato direto)
Data de atualização: 23/06/2016

#Informações Sobre Espécies Florestais

O Laboratório de Produtos Florestais - LPF disponibiliza online uma base de dados sobre características tecnológicas de madeiras de 273 espécies de árvores brasileiras, como por exemplo, cor, densidade, dureza, resistência e outras.

O Serviço Florestal Brasileiro pretende criar bancos de dados sobre as espécies incorporando informações sobre sua ecologia e silvicultura. Este será um grande desafio, haja vista o grande número de espécies arbóreas brasileiras, muitas ainda pouco estudadas.

Laboratório de Produtos Florestais - LPF

Banco de Dados de Espécies de Madeiras Brasileiras

Data de atualização: 31/03/2016

#

Compartilhar:
  • Adicionar aos Favoritos (depende do seu navegador)
  • Facebook
  • Twitter

  • Banner
  • Banner
  • Banner