Serviço Florestal Brasileiro

Portal do Governo Brasileiro

Mídias e Ferramentas

Brasília, 22 de Junho de 2018

Busca no sítio

Produção Florestal

Certificação Florestal

Certificação é um processo voluntário ao qual se submetem algumas empresas para atestar que seus produtos e sua produção seguem determinados padrões de qualidade e sustentabilidade. A Certificação Florestal baseia-se nos três pilares da sustentabilidade: ecologicamente correto, socialmente justo e economicamente viável. São passíveis de certificação o manejo florestal e a cadeia de custódia, que são os estágios da produção, distribuição e venda de um produto de origem florestal, sendo que nesse caso a madeira é rastreada de uma floresta certificada até o produto final.

Os sistemas de certificação mais difundidos em todo o mundo são o FSC (Forest Stewardship Council Internacional / Brasil) e o PEFC (Program for the Endorsement of Forest Certification Schemes).

No Brasil, as primeiras ações ocorreram em 1994 e a primeira área certificada pelo FSC foi em 1995. Além da certificação FSC existe desde 2002 o CERFLOR (Programa Brasileiro de Certificação Florestal) reconhecido internacionalmente pelo Program for the Endorsement of Forest Certification - PEFC

As principais certificadoras que atuam no Brasil são:

Data de atualização: 09/04/2016

Veja a seguir maiores informações sobre os dois principais selos de certificação florestal utilizados no Brasil.

#Certificação FSC

O FSC é uma organização independente, não governamental e sem fins lucrativos, estabelecida para promover o manejo responsável das florestas no mundo.
Possui representações nacionais como o FSC Brasil - Conselho Brasileiro de Manejo Florestal, e tem como objetivo principal difundir e facilitar o bom manejo das florestas brasileiras através de Princípios e Critérios estabelecidos.
De acordo com o FSC, os padrões brasileiros para manejo florestal são os seguintes:

- Harmonizado Plantações: Este padrão, derivado dos padrões interinos das certificadoras acreditadas no Brasil, é usado para avaliação do manejo de plantações florestais.
- Terra Firme: O padrão foi elaborado para a certificação do manejo de floresta amazônica de terra firme no território brasileiro de acordo com os procedimentos recomendados pelo FSC.
- SLIMF: Padrão para avaliação do manejo florestal em pequena escala e/ou de baixa intensidade, usado principalmente para pequenos produtores ou produção comunitária, vigente desde 2013.

 

Fonte: FSC (2018)

Baixe aqui uma tabela com os dados referentes ao painel acima.

Data de atualização: 26/01/2018
 

Especificamente para o Padrão SLIMF, os números referentes ao mês de janeiro/2016 são:

Certificados SLIMF*
  Número de certificados  Hectares  Número de membros
Plantações florestais  7 44.879,25 67
Florestas nativas  7 54.150,81 153
Total 14 99.030,06 220

*Pequenos produtores e/ou comunitários.    
Fonte: FSC - contato direto

 

Para obter informações sobre a Certificação FSC no Brasil e no mundo, acesse os relatórios Fatos e Números.

Para saber como encontrar produtos e organizações certificadas pelo FSC, acesse aqui.

 

As informações atualizadas (em janeiro) de 2016 sobre a evolução das certificações no Brasil são as seguintes:



 

Fonte: FSC - contato direto


Data de atualização: 12/05/2017


#Certificação CERFLOR

O Cerflor é o Programa Brasileiro de Certificação Florestal e foi desenvolvido dentro da estrutura do Sistema Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – Sinmetro. Este Sistema tem como órgão normativo o Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, Conmetro, e como órgão executivo o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, Inmetro.

O Cerflor tem como desafio principal sensibilizar empresários do setor florestal da importância da certificação. Além disso, busca fomentar e criar mecanismos para que pequenos e médios produtores florestais possam se certificar e disseminar a certificação de cadeia de custódia. Esse Programa obteve reconhecimento internacional pelo PEFC, organização independente, não governamental, sem fins lucrativos, criada em 1999 com o objetivo de promover a sustentabilidade do manejo florestal realizada por meio da certificação de terceira parte.

A PEFC lança anualmente levantamento das áreas cerficadas dos países membros, onde apresentam os programas nacionas de certificação florestal. Até a última atualização disponibilizada pelo Cerflor, havia, no Brasil, 48 certificações de cadeia de custódia para produtos de origem florestal. Maiores detalhes sobre essa certificação podem ser obtidos no site do Cerflor ou nos sites das empresas certificadas (veja as empresas certificadas aqui).
Abaixo publicamos dados do ano de 2005 a a setembro de 2017 (meses de Outubro, Novembro e Dezembro de 2017 serão incorporados posteriormente) com a área certificada no Brasil pelo Cerflor e validada pela PEFC:
 

Área Certificada - PEFC
Ano Área Certificada (ha)
2005 882.049
2006 762.657
2007 973.830
2008 882.902
2009 1.184.461
2010 1.276.081
2011 1.260.164
2012 1.224.930
2013 1.742.152
2014 2.265.618
2015  2.797.161 
2016  2.721.113 
2017  3.072.628 


Fonte: Cerflor e PEFC (2018)
Data de atualização: 18/01/2018

Compartilhar:
  • Adicionar aos Favoritos (depende do seu navegador)
  • Facebook
  • Twitter

  • Banner
  • Banner
  • Banner