Serviço Florestal Brasileiro

Portal do Governo Brasileiro

Mídias e Ferramentas

Brasília, 23 de Fevereiro de 2017

Busca no sítio

Produção Florestal

Certificação Florestal

Certificação é um processo voluntário ao qual se submetem algumas empresas para atestar que seus produtos e sua produção seguem determinados padrões de qualidade e sustentabilidade. A Certificação Florestal baseia-se nos três pilares da sustentabilidade: ecologicamente correto, socialmente justo e economicamente viável. São passíveis de certificação o manejo florestal e a cadeia de custódia, que são os estágios da produção, distribuição e venda de um produto de origem florestal, sendo que nesse caso a madeira é rastreada de uma floresta certificada até o produto final.

Os sistemas de certificação mais difundidos em todo o mundo são o FSC (Forest Stewardship Council Internacional / Brasil) e o PEFC (Program for the Endorsement of Forest Certification Schemes).

No Brasil, as primeiras ações ocorreram em 1994 e a primeira área certificada pelo FSC foi em 1995. Além da certificação FSC existe desde 2002 o CERFLOR (Programa Brasileiro de Certificação Florestal) reconhecido internacionalmente pelo Program for the Endorsement of Forest Certification - PEFC

As principais certificadoras que atuam no Brasil são:

Data de atualização: 09/04/2016

Veja a seguir maiores informações sobre os dois principais selos de certificação florestal utilizados no Brasil.

#Certificação FSC

O FSC é uma organização independente, não governamental e sem fins lucrativos, estabelecida para promover o manejo responsável das florestas no mundo.
Possui representações nacionais como o FSC Brasil - Conselho Brasileiro de Manejo Florestal, e tem como objetivo principal difundir e facilitar o bom manejo das florestas brasileiras através de Princípios e Critérios estabelecidos.
De acordo com o FSC, os padrões brasileiros para manejo florestal são os seguintes:

- Harmonizado Plantações: Este padrão, derivado dos padrões interinos das certificadoras acreditadas no Brasil, é usado para avaliação do manejo de plantações florestais.
- Terra Firme: O padrão foi elaborado para a certificação do manejo de floresta amazônica de terra firme no território brasileiro de acordo com os procedimentos recomendados pelo FSC.
- SLIMF: Padrão para avaliação do manejo florestal em pequena escala e/ou de baixa intensidade, usado principalmente para pequenos produtores ou produção comunitária, vigente desde 2013.

O FSC produz mensalmente o relatório Fatos e Números e o último levantamento, publicado em outubro de 2016, indicou um acréscimo no total de áreas certificadas no Brasil em relação a setembro, considerando os três padrões brasileiros para manejo:   

Fonte: FSC (2016)

 

Especificamente para o Padrão SLIMF, os números referentes ao mês de janeiro/2016 são:

Certificados SLIMF*
  Número de certificados  Hectares  Número de membros
Plantações florestais  7 44.879,25 67
Florestas nativas  7 54.150,81 153
Total 14 99.030,06 220

*Pequenos produtores e/ou comunitários.    
Fonte: FSC - contato direto

 

Clique aqui para obter uma tabela com os dados das informações acima (Manejo Florestal e Cadeia de Custódia) de anos anteriores.

Para obter informações sobre a Certificação FSC no Brasil e no mundo, acesse os relatórios Fatos e Números.

Para saber como encontrar produtos e organizações certificadas pelo FSC, acesse aqui.

 

As informações atualizadas (em janeiro) de 2016 sobre a evolução das certificações no Brasil são as seguintes:



 

Fonte: FSC - contato direto


Data de atualização: 04/11/2016


#Certificação CERFLOR

O CERFLOR é o Programa Brasileiro de Certificação Florestal e foi desenvolvido dentro da estrutura do Sistema Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – Sinmetro. Este Sistema tem como órgão normativo o Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, Conmetro, e como órgão executivo o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, Inmetro.

O CERFLOR tem como desafio principal sensibilizar empresários do setor florestal da importância da certificação. Além disso, busca fomentar e criar mecanismos para que pequenos e médios produtores florestais possam se certificar e disseminar a certificação de cadeia de custódia.Até a última atualização, em 16 de novembro de 2016, havia, no Brasil, 64 certificações de cadeia de custódia para produtos de origem florestal e 25 certificações de manejo florestal pelo Cerflor, que totalizam 2.904.195,76 hectares de florestas plantadas.

Clique aqui para acessar os detalhes sobre Certificação de Áreas de Manejo pelo CERFLOR e aqui para acessar os dados sobre as certificações das Cadeias de Custódia.

Fonte: Cerflor (2016)

Data de atualização: 28/11/2016

Compartilhar:
  • Adicionar aos Favoritos (depende do seu navegador)
  • Facebook
  • Twitter

  • Banner
  • Banner
  • Banner