Serviço Florestal Brasileiro

Portal do Governo Brasileiro

Mídias e Ferramentas

Brasília, 18 de Janeiro de 2017

Busca no sítio

Ensino e Pesquisa Florestal

Tecnológico

O que é um Curso Superior de Tecnologia? 

É um curso de graduação, que abrange métodos e teorias orientadas a investigações, avaliações e aperfeiçoamentos tecnológicos com foco nas aplicações dos conhecimentos a processos, produtos e serviços. Desenvolve competências profissionais, fundamentadas na ciência, na tecnologia, na cultura e na ética, tendo em vista ao desempenho profissional responsável, consciente, criativo e crítico. É aberto, como todo curso superior, a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente e tenham sido classificados em processo seletivo. Os graduados nos cursos superiores de tecnologia denominam-se tecnólogos e são profissionais de nível superior com formação para a produção e a inovação científico-tecnológica e para a gestão de processos de produção de bens e serviços e estão aptos à continuidade de estudos em nível de pós-graduação.
Para detalhamento dos cursos, clique aqui e para maiores informações sobre os cursos Superiores de Tecnologia, acesse o Catálogo Nacional de Cursos Superiores aqui.
Segundo levantamento do INEP, a partir do Censo da Educação Superior, no ano de 2014, foram contabilizados 15 cursos superiores de tecnologia na área florestal, todos na modalidade presencial. 
 

 

Fonte: INEP (2016), adaptado/SFB
Data de atualização: 15/06/2016

 

 

Instituições com cursos Tecnológicos na área florestal, no ano de 2014
Região UF Curso Instituição Sigla Tipo de Instituição
Centro-Oeste GO Geoprocessamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás IFG Pública Federal
Centro-Oeste MS Papel e Celulose Faculdades Integradas de Três Lagoas  AEMS Privada sem fins lucrativos
Centro-Oeste MT Geoprocessamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul IFMS Pública Federal
Nordeste PB Geoprocessamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba  IFPB Pública Federal
Nordeste PI Geoprocessamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí IFPI Pública Federal
Sudeste ES Silvicultura Faculdade da Região Serrana  FARESE Privada com fins lucrativos
Sudeste MG Silvicultura Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais IFMG Pública Federal
Sudeste SP Silvicultura Faculdade de Tecnologia de Capão Bonito FATECCB Pública Estadual
Sudeste SP Geoprocessamento Faculdade de Tecnologia de Jacareí
 
FATEC Jacareí Pública Estadual
Sul RS Produção Moveleira* Universidade de Caxias do Sul  UCS Privada sem fins lucrativos
Sul PR Produção Moveleira* Universidade Tecnológica Federal do Paraná  UTFPR Pública Federal
Sul PR Papel e Celulose Faculdade de Tecnologia SENAI Telêmaco Borba  SENAI Telêmaco Borba Privada sem fins lucrativos 
Sul RS Geoprocessamento Universidade Federal de Santa Maria  UFSM Pública Federal
Sul RS Geoprocessamento Universidade Federal de Pelotas UFPEL Pública Federal
Sul SC Produção Moveleira Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Pública Estadual 
* Cursos em extinção. 
Fonte: INEP (2016)
Data de atualização: 15/06/2016

 

#Cursos Tecnológicos em números
 

Informações sobre números dos cursos Tecnológicos, em 2014:
As instituições públicas federais predominam na ensino tecnológico, com 08 instituições enquadradas nessa categoria:

Categoria Administrativa da Instituição
Tipo de Instituição Quantidade
Privada com fins lucrativos 01
Privada sem fins lucrativos 03
Pública Estadual 03
Pública Federal 08
Total 15


Divisão por região administrativa:

Cursos Tecnológicos por Região Administrativa
Região Administrativa Quantidade
Centro-Oeste 03
Nordeste 02
Sudeste 04
Sul 06
Total 15


Informações sobre matrículas, ingressantes e concluintes nos cursos tecnológicos, em 2014:

Situação dos Discentes
Tipo Quantidade
Matriculados  1092
Ingressantes* 416
Concluintes 137

* Cálculo de ingressante: soma do número de alunos com data de ingresso de 1º/01/2014 e 1º/07/2014, exclusive os vínculos associados às transferências de determinado curso de Área Básica de Ingresso (ABI) ou curso vinculado à ABI para outro curso associado à mesma ABI.

Fonte: INEP (2016)
Data de atualização: 15/06/2016

Compartilhar:
  • Adicionar aos Favoritos (depende do seu navegador)
  • Facebook
  • Twitter

  • Banner
  • Banner
  • Banner