Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Ouvidoria
Início do conteúdo da página

Ouvidoria

Última atualização em Sexta, 25 de Novembro de 2016, 17h00

A ouvidoria é o canal de comunicação entre o Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e a sociedade. Por meio da ouvidoria, qualquer pessoa pode se manifestar, enviando solicitação, denúncia, reclamação, sugestão e elogio sobre o SFB e suas atividades.

Acesse aqui o formulário eletrônico para enviar uma demanda para a ouvidoria.

A ouvidoria é uma instância de interlocução entre o SFB e a sociedade. Ela visa a estimular a participação do cidadão no controle e avaliação do órgão e de seus serviços. Portanto, é um poderoso instrumento para a transformação institucional permanente, pois favorece mudanças e ajustes em atividades e processos, em sintonia com as demandas da sociedade. A instalação da Ouvidoria, em 2010, representa um caminho efetivo na busca da qualidade, da transparência e da cidadania. A instância foi prevista pelo art. 62 da Lei nº 11.284/2006.

A Ouvidoria do Serviço Florestal é uma ouvidoria mista. Isso quer dizer que qualquer pessoa, seja membro da comunidade interna (servidores, prestadores de serviços e estagiários), seja da comunidade externa pode recorrer à Ouvidoria. É possível recorrer de forma individual (cidadão) ou coletiva (por intermédio de ONGs, Associações, grupos de quilombolas...). Outros órgãos e mesmo pessoas jurídicas de direito privado (empresas, concessionários...) também podem recorrer à Ouvidoria do SFB.

    • Receber pedidos de informação e esclarecimento, acompanhar o processo interno de apuração das denúncias e reclamações relacionadas ao Serviço Florestal e responder diretamente aos interessados, que serão informados, em até 30 (trinta) dias, das providências tomadas.
    • Zelar pela qualidade dos serviços prestados pelo Serviço Florestal e acompanhar o processo interno de apuração das denúncias e reclamações dos usuários, seja contra a atuação do órgão, seja contra a atuação dos concessionários.
    • Produzir, semestralmente e quando julgar oportuno:

a) relatório circunstanciado de suas atividades e encaminhá-lo à Diretoria-Geral do Serviço Florestal Brasileiro e ao Ministro de Estado do Meio Ambiente;

b) apreciações sobre a atuação do Serviço Florestal, encaminhando-as ao Conselho Diretor, à Comissão de Gestão de Florestas Públicas, aos Ministros de Estado do Meio Ambiente, da Fazenda, do Planejamento, Orçamento e Gestão e Chefe da Casa Civil da Presidência da República, bem como às comissões de fiscalização e controle da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, publicando-as para conhecimento geral.

Meios de contato com a Ouvidoria do SFB

O Serviço Florestal Brasileiro presta serviços à sociedade brasileira, portanto, os cidadãos têm o direito de manifestar suas opiniões por meio de solicitação, denúncia, reclamação, sugestão e elogio. As contribuições possibilitam o aperfeiçoamento da instituição. Para tal, a ouvidoria disponibiliza vários meios de acesso:

- Formulário eletrônico: clique aqui

- E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

- Telefone: (61) 2028-7120 e 2028-7121

- Atendimento pessoal e/ou carta: SCEN, Trecho 2, Bloco H, sala da Ouvidoria, CEP: 70.818-900 (de 9h às 12 h e de 14 h às 18 h)

O Ouvidor do Serviço Florestal Brasileiro é Benvindo Belluco. Graduado em Economia pela Universidade de Brasília, com especialização em Economia Internacional, área em que atuou desde o início de sua carreira, em 1974, no Banco Central do Brasil e, posteriormente, como assessor da Diretoria do Brasil no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), tempo em que trabalhou em Washington, nos EUA, durante seis anos. Antes de chegar ao SFB, em outubro de 2015, o ouvidor esteve lotado no Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão como Secretário-Adjunto da Secretaria de Assuntos Internacionais.​

Acesse:

Fim do conteúdo da página