Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Serviço Florestal apresenta diretrizes e agenda de prioridades em reunião com secretários estaduais de Meio Ambiente

  • Última atualização em Quinta, 21 de Março de 2019, 15h06

O diretor geral, Valdir Colatto, representou o órgão na reunião da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente

2019 03 19 Reunião Abema ColattoO diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, apresentou na tarde de hoje (19/03) durante a 87° reunião da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema) as novas diretrizes e agenda estratégica do órgão, a partir da incorporação ao Ministério da Agricultura (Mapa). A reunião foi realizada em Brasília e contou a presença dos secretários de meio ambiente de 26 estados e do Distrito Federal.

O diretor, que é engenheiro agrônomo e foi deputado federal membro da Frente Parlamentar Agropecuária, falou sobre sua participação na elaboração do Código Florestal Brasileiro e enfatizou a necessidade e a oportunidade de harmonizar a produção agrícola com a conservação do meio ambiente.

Colatto apresentou principais agendas do órgão: o Inventário Florestal Nacional, as concessões de florestas públicas e a gestão nacional de instrumentos do Código Florestal Brasileiro, como o Cadastro Ambiental Rural (CAR), os Programas de Regularização Ambiental (PRA) e as Cotas de Reserva Ambiental (CRA), que, conforme afirmou, ainda dependem de definições legais para serem efetivamente implementadas.

Automatização

Sobre a implementação do Código Florestal Brasileiro, o diretor-geral enfatizou a necessidade de desenvolver procedimentos que automatizem a análise dos cadastros de maneira a viabilizar os Programas de Regularização Ambiental (PRA), que segundo ele, são a conclusão do Código Florestal.

“Entendemos que a análise do CAR é um dos nossos maiores desafios. Vamos desenvolver estudos para propor um modelo nacional para que os estados possam dar celeridade a análise desses mais de 5,5 milhões de cadastros, para enfim chegar ao PRA”, afirmou.

Autodeclaração

2019 03 19 Reunião Abema Colatto B

O diretor ainda assinalou a importancia da integração entre a União e os estados para avançar em uma proposta integrada para que os proprietários e possuidores rurais possam fazer seus Programas de Regularização Ambiental por meio de autodeclaração, como foi feito na fase de inscrição dos cadastros.

“Queremos que o PRA seja declaratório com foi feito com o CAR. Assim daremos celeridade ao processo e teremos uma redução dos custos dos produtores e do setor público possibilitando enfim um desenvolvimento sustentável, trabalhando a questão ambiental, social e econômica de forma harmônica”, disse.

Integração Meio Ambinete e Agricultura

Valdir Colatto reconheceu a diversidade de realidades enfrentadas pelos estados e convidou os secretários de meio ambiente a darem sugestões para melhor integrar as agendas ambiental e agrícola. “Gostaria de contar com a aproximação de vocês com a agricultura. O conflito não leva a lugar nenhum. Precisamos construir pontes neste processo”, finalizou.

registrado em:
Fim do conteúdo da página