Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

SFB abre consulta pública para concessão de lote na Flona do Jamari

  • Última atualização em Terça, 18 de Julho de 2017, 10h23

A concessão permitirá o manejo florestal sustentável em uma área de 33 mil hectares no estado de Rondônia

Madeira fruto do manejo florestal sustentável na Floresta Nacional do Jamari, em RondôniaEstão disponíveis no site do Serviço Florestal Brasileiro (SFB) os documentos referentes à proposta de edital para a concessão do Lote 2 da Floresta Nacional do Jamari, no norte de Rondônia. A Flona já possui outras duas áreas em regime de concessão. Juntas as três unidades de manejo florestal (UMF) poderão produzir até 52 mil metros cúbicos de madeira legal e sustentável por ano.

A Floresta Nacional do Jamari foi a primeira área do país a ser concedida para a produção florestal sustentável, em 2008, após a publicação da Lei de Gestão de Florestas Públicas (N° 11.284/2006), que instituiu o mecanismo da concessão florestal. Atualmente, mais de 1 milhão de hectares de florestas públicas federais estão sob regime de concessão, em 14 unidades de manejo nos estados de Rondônia e Pará.

Lote 2

A área de 33 mil hectares é considerada atrativa devido à proximidade com centros de processamento de madeira e por já possuir algumas instalações e estradas. A UMF foi operada por dois anos pela empresa vencedora da primeira licitação, mas teve o contrato reincidido em 2012.

O potencial produtivo da área é estimado em 17 mil metros cúbicos de madeira em tora por ano. A expectativa é que a operação desta UMF gere 60 empregos diretos e outros 120 empregos indiretos. O faturamento deve ficar em torno de R$ 5,5 milhões por ano, o que corresponde a quase 5% do Produto Interno Bruto (PIB) do município de Itapuã do Oeste, onde está a UMF.

Repasse de Recursos

Além de gerar emprego, arrecadar impostos e movimentar a economia regional, as concessões florestais destinam parte do recurso arrecadado para o Estado e para os municípios onde estão localizadas.

Desde o início da operação, em 2010, as concessões na Flona do Jamari já geraram R$ 1,14 milhão para o estado de Rondônia, R$ 1,08 milhão para o município de Itapuã do Oeste e R$ 59 mil para Cujubim. Além destes recursos, os municípios também são beneficiados por repasses periódicos das empresas, que já somam mais de R$ 550 mil.

Consulta Pública

Também como parte do processo de consulta pública, no próximo dia 09/08 será realizada uma audiência no município de Itapuã do Oeste. A audiência pública é aberta a todos interessados em saber mais sobre a proposta de edital e fazer contribuições para o seu aprimoramento.

As contribuições também podem ser feitas pela internet, até o dia 31/08, pelo email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.. A previsão é que a versão final do edital seja publicada até o final de setembro.

Saiba mais sobre as áreas sob concessão na Floresta Nacional do Jamari.

Conheça a proposta de edital do Lote 2 da Floresta Nacional do Jamari.

registrado em:
Fim do conteúdo da página