Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Comissão de Gestão de Florestas Públicas discute novo edital de Concessão para a Flona do Jamari e aprova PAOF 2018

  • Última atualização em Sexta, 12 de Maio de 2017, 16h49

2017 05 11 Comissao de Gestao de Florestas Publicas discute novo editalO Serviço Florestal Brasileiro (SFB) apresentou, na última quarta-feira (10/5) à Comissão de Gestão de Florestas Públicas (CGFLOP), a proposta de concessão da unidade de manejo florestal (UMF) II da Floresta Nacional (Flona) do Jamari. A área a ser destinada para o manejo sustentável corresponde a 50% da Flona, a maior parte localizada no município  de Itapuã do Oeste, em Rondônia.

A UFM II, que possui cerca de 33 mil hectares, já havia sido licitada, contudo o contrato foi rescindido em 2012 pelo descumprimento das obrigações contratuais por parte da empresa vencedora da concorrência. Segundo o gerente de Concessão Florestal, Henrique Dolabella, no novo edital o valor do metro cúbico de madeira deve variar em torno de R$ 40.

Dolabella lembrou que os interessados em participar da concorrência pública vão poder visitar a área e conhecer a estrutura já instalada e o potencial da unidade de manejo.  O gerente ainda destacou que, o monitoramento da Flona de Jamari, tem comprovado que a concessão é um instrumento efetivo de combate ao desmatamento, onde os concessionários cumprem o papel de fazer a vigilância da área.

Durante a reunião, os membros da CGFLOP reafirmaram a necessidade de unir forças dos diversos parceiros envolvidos, de forma a avançar na implementação das concessões e aumentar o conhecimento e engajamento da sociedade com a agenda. “ A concessão é uma barreira ao desmatamento e tanto organizações não governamentais, quanto a academia e o setor produtivo defendem essa política como forma de aumentar a comercialização de madeira legal e sustentável”, afirmou o diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro, Raimundo Deusdará.

 PAOF 2018

Ainda na reunião, os membros da Comissão de Gestão de Florestas Públicas aprovaram o  Plano Anual de Outorga Florestal (PAOF 2018). Pela proposta aprovada, uma área de 2,78 milhões de hectares nos estados do Amazonas, Amapá, Pará e Rondônia será passível de concessão em 2018.

Veja na tabela abaixo as áreas passíveis de concessão para o próximo ano, conforme o PAOF 2018.

Estado Nº  Descrição da Floresta Pública  Área total do Cadastro (ha)  Área destinada ao Manejo Florestal (ha)  % da Floresta Pública para MFS 

 

 

AM   

 1  Área destacada da Gleba Curuquetê  29.714,00  25.256,90  85% 
 2  Floresta Nacional de Balata-Tufari   1.079.719,00  626.237,02  58%
 3  Floresta Nacional de Humaitá   443.841,00  257.427,78 58% 
 AP  4  Floresta Nacional do Amapá  460.326,00  266.989,08  58%

 

 

 

 PA

 5  Floresta Nacional do Amana  542.607,00 363.546,69  67%
 6  Floresta Nacional de Crepori  739.332,00  487.959,12 66% 
 7  Floresta Nacional de Itaituba I   606.801,00   430.828,71   71%
 8  Floresta Nacional de Itaituba II
 9  Floresta Nacional do Trairão  257.508,00  257.508,00  82%
 RO  10  Floresta Nacional de Jacundá  221.205,00  112.814,55  51%
 TOTAL     4.381.053,00  2.782.216,41 

 

Na reunião, os representantes do Serviço Florestal Brasileiro também apresentaram aos integrantes da Comissão o andamento dos trabalhos relacionados ao Sistema Nacional de Informações Florestais (SNIF), e do Inventário Florestal Nacional (IFN).

registrado em:
Fim do conteúdo da página